Terça-feira, 17 de Abril de 2007
PR-Fafião-Mouriscas-Fichinhas-BorrageiroII-Fafião

10:10

Do trio que foi de Fafião ao Borrageiro coube-me a mim traduzir aquela caminhada neste espaço....

Pessoalmente quando escrevo um texto a parte mais difícil é o nome que lhe damos. Como se fosse a marca, a sua impressão digital, aquilo que o regista, mesmo que seja apenas em memórias de quem o leu, como neste caso. Este terá que ser o resumo do resumo e portanto não consigo lembrar-me de mais nenhum título para esta descrição do que 10:10.
Não é para falar de numeros, nem tão pouco o resultado que tivemos num qualquer jogo em plena montanha do gerês.

Às 8H50 já estávamos a trilhar o percurso ao longo do rio Conho, largados em velocidade a partir do último reduto de civilização, a Ponte da Pigarreira.
O trilho é simplesmente... verde, na água, nas pedras, no terreno, de arvores frondosas que teimaram enfrentar o inverno. Árvores que se debruçavam sobre a água como que à procura de beber aquilo que o céu já não lhes saceia, contrariando assim uma ordem natural à qual sempre nos habituamos a olhar na verticalidade da árvore. A natureza também tem destas coisas.
Dos cerca de 400 mts de altitude do ponto de partida avançámos até ao Pico dos Ovos a cerca de 1.200 mts e já sem a vegetação na acepção que lhe damos em tons verdes garridos. Aqui a envolvente era apenas manchada de pequenos pastos, com alguns abrigos e uns quantos castanheiros ainda à espera da mãe Primavera. Boa! Chegámos primeiro, mas trazemos boas noticias. “A Primavera já está a pintar folhas verdes lá em baixo”. Por estas bandas e porque o a barriga já sofria e berrava contra a cabeça que a governa como dizia o meu amigo abade, parámos em Mouriscas bem acima dos 1.100 mts de altitude, com vistas para a Rocalva.
Antes de assentar o frugal, mas saboroso almoço, ainda tivemos uma companheira que por questões de segurança entendemos afastar .... para bem longinho. Uma vibora, em contacto de 3º grau.
Meia hora depois de iniciar o repasto já desciamos outra vez o cinzento das lajes, de granito. Autênticas faces voltadas ao sol, como que o leito das montanhas que entretanto já se levantavam à nossa frente. Alto da Torrinheira e Borrageiro II. Porque a pedalada era boa e ninguém tinha ido para ali só passear, confesso, pronto, decidimos novamente subir até bem pertinho dos 1.300 mts quase ao pé do Borrageiro II e admirar mais uma ferida do homem. Mais uma minas, estas com um impacto menos violento, mas que nos faz mais uma vez trazer à consciência a nossa própria inconsciência. Daí até ao final da caminhada foram mais 3 horitas sempre pela crista dos montes, guiados apenas pela carta militar colada em fita cola e à luta com a visão de pequenas mariolas que nem sempre estavam onde nós queriamos... mais um exemplo da nossa vontade contrariada.
Enfim, 10h e 10 minutos depois, com cerca de 37 Km andados e mais ou menos 3.000 mts de desnivel acumulado, alcançamos o nosso automóvel. Mas ainda tivemos tempo de dar a extrema unção às botas do Águia Real. Por consciência, entendemos não registar a penosidade de tal momento.
Os caminheiros Galga Montanhas o decano, Águia Real o guia e Tempestade o escritor.

Texto da autoria de João Nuno Pereira (Um Par de Botas)

 

 

 

Fotos por: João Nuno Pereira e Miguel Rodrigues

 

publicado por Águia-real às 11:17
link do post | comentar | favorito
Você é o visitante nº
Term paper, custom term paper, termpapers, term paper.
--------------- Início da contagem em 28/07/2006 ----------------
mais sobre mim
Contacto:
os-manos@sapo.pt
Deixe o seu e-mail e receba as últimas dos "Manos"
Enter your Email


Powered by FeedBlitz
------------------------------------
Posts recentes

criar um menu ...

23 e 24/12/2013 - Festa d...

26-10-2013 - Rota dos Con...

2013-02-02 - Viana (Serra...

Aniversário Mário

Aniversário Patricia

Aniversário Nelson

2012-10-05 a 07 - Gredos

2012-09-22 e 23 - Serra d...

2012-09-21 - Noturna em V...

Aniversário Hélder

2012-07-07 - Passando pel...

Aniversário Nuno

2012 junho 02 e 03 - Auto...

Aniversário

Aniversário Susana

Aniversário Daniel

Aniversário Eduardo

Aniversário Maria

Serra Amarela - Varanda d...

Canoagem no Mondego - 11...

Nocturna - Ver o nascer d...

Vilarinho das Furnas - 27...

BTT e Escalada em Vallis ...

Cascata da Cabreia / Mina...

FUENTES CARRIONAS - JAN/2...

Formação "Mapas e GPS" -

Escalada indoor - 8/01/20...

BTT - Geira Romana . 2/01...

FELIZ 2011

Via Ferrata - Lanhoso - 1...

BTT - Lanhoso (castelo) -...

Arado - 4/12/2010

Sanabria - Novembro/2010

Novo Mano

Pitões - Por trilhos anti...

Escalada indoor - Valongo...

BTT - Serra de Canelas - ...

PR 9 - Rota do Xisto (Aro...

Pirenéus/2010 (Val d'Aran...

Pirenéus/2010 (Val d'Aran...

Pirenéus/2010 (Val d'Aran...

Pireneus/2010 (Val d'Aran...

Pirenéus/2010 (Val d'Aran...

Pirenéus/2010 (Val d'Aran...

Autonomia Peneda - 24 e 2...

SERRA DA FREITA - 10 e 11...

Autonomia na Amarela - 26...

Autonomia Serra da Estrel...

Prática de Técnicas de Or...

Tags

1ª década

1ª Década

alpinismo

amarante

amarela

arado

arga

arouca

autonomia

blogadas

borrageiro

btt

btt furadouro

cabril

caminhada

candela

canoagem

carris

casamento

castanhas

ceia natal

churrascada

chuva

exp

fafe

fafião

fds

fonte-fria

geira

gerês

gerês pedro

gredos

jales

laboreiro

lapela

leonte carris gerês

louriça

manos

marinho

messe

mondego

montalegre

montemuro

neve

nevestrela

nevosa

paco

padre fontes

paradela

paredes de coura

pedrada

peneda

picos da europa

pirenéus

pitões

portugal

queima2005

rallye

sombras

sra da graça

upb

urtigosa

viana

vila pouca

xertelo

todas as tags

Links
E-mail
os-manos@sapo.pt

Tradutor
Livro de Visitas
Assine o Livro de Visitas
Veja o Livro de Visitas
___________________
subscrever feeds